Ilha Waiheke – Vinhedos a poucos minutos de Auckland

Se você quer experienciar um dia na Ilha Waiheke com degustação de vinhos com almoço incluso e apreciar as paisagens impressionantes do local, acompanhe esse post e saiba todos os detalhes.

Sobre a Ilha

A Ilha Weiheke está localizada a 35 minutos de ferry da cidade de Auckland. É muito conhecida no verão por suas praias com águas azul turquesa. Além de ser também muito famosa por seus vinhedos com vistas para o litoral.

Como comprar

  • Primeiro nos informamos se no final de semana haveria tempo bom.
  • Depois compramos nosso passeio pelo site Get Your Guide – você pode acessar clicando aqui. O valor por adulto é de Nz$180 (+-R$520,00).

O que está incluso

  • A viagem de balsa saindo do Porto de Auckland até a Ilha Waiheke e a volta.
  • São 5 horas de passeio incluindo o transporte para a visitação e degustação de vinho em três vinhedos.
  • Incluso um almoço leve em uma das vinícolas.
  • E uma parada para conhecer uma indústria olivícola.

Roteiro

Stonyridge Vineyard

Primeira parada foi no Stonyridge Vineyard. Ao entrar já fomos bem recepcionados pelos sommeliers da casa que nos serviram uma degustação de vinho branco. Seguimos conhecendo a vinícola e escutando toda sua história, admirando os pés de oliveiras e apreciando mais degustações dos vinhos da casa.

Depois do tour, nos liberaram para poder apreciar a paisagem, bater algumas fotos e poder comprar, se quiser, algumas taças de vinho que custavam Nz$5 (+-R$12,00). Barato em relação aos restaurantes que cobram uma taça de vinho em torno de Nz$10 – Nz$18.

Em seguida nosso almoço foi servido, foi um quiche que você podia optar por vegano, vegetariano ou com frango, acompanhado de salada e queijos com uva. Uma refeição leve mas bem gostosa.

Rangihoua Estate

Seguimos para a indústria olivícola Rangihoua Estate para uma degustação de azeites premiados. Lá aprendemos um pouco sobre como são feitas as colheitas das azeitonas e sobre o desenvolvimento da tecnologia na criação dos azeites. Em seguida apreciamos os melhores azeites da casa e claro, ‘nós nem bobos nem nada’, compramos mais umas tacinhas de vinho pra continuar no embalo hahaha.

Bach Winery

Depois fomos para o Batch Winery para experimentar mais uns bons vinhos acompanhados de petiscos com patê de salmão e queijos. Conhecemos onde os vinhos são conservados e em seguida fomos apreciar as plantações de vinhedos do local. Lá também tem um restaurante, mas o tempo é curto e quase impossível de pedir algo – tanto que compramos uma taça de vinho e tivemos que virar ‘gute gute’ para não atrasar todo mundo.

Mudbrick

Continuamos o tour para a vinícola e restaurante Mudbrick que para mim e o Dani foi sem dúvida um dos lugares mais bonitos do tour. O lugar é encantador, do topo dos vinhedos é possível apreciar a baía Golfo de Hauraki e admirar o pôr do sol em frente as plantações.

Tivemos uma explicação super detalhada sobre toda a criação do local e da preparação dos vinhos – não sei se a gente já estava meio alto nessa altura do passeio, mas a gente só queria aproveitar o lugar e não ficar ouvindo o sommelier que não parava de falar hahaha. Então saímos no meio da apresentação, compramos duas taças de vinho e sentamos nos poofs pra agradecer e refletir sobre toda beleza que estávamos vendo.

Feedback

Para nós esse passeio valeu muito a pena, porque eu e o Dani gostamos muito de vinho. A vista de todas as vinícolas eram sensacionais e os vinhos todos muito saborosos. Só acho que o almoço poderia ser um pouco mais reforçado, mas tirando isso, sem dúvida, eu indico de olhos fechados esse tour.

Uma dica para quem não quer pagar pelo passeio completo é ir por conta e aproveitar um dia inteiro em uma das vinícolas, almoçar no restaurante local e apreciar o pôr do sol – a vantagem é que você terá mais tempo para relaxar e aproveitar mais o local. Porém, não acho que valha tanto a pena, lembrando que o ferry por pessoa custa Nz$100 ida e volta e o passeio por completo é Nz$180.

Outra dica é que esse passeio inclui transporte de onibus pela cidade. Então se quiser ficar até mais tarde e assitir o pôr do sol na vinícola, você pode embarcar em um onibus para voltar pro porto e pegar a balsa de retorno – que você terá que pagar a parte.

Nós voltamos com a empresa e vimos o espetáculo da balsa mesmo. Olha a foto abaixo.

 

 

Você talvez gostaria de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *