O que fazer em Taupo?

Saiu vídeo no Youtube, mas no blog nada? hehe. Pronto, agora você pode ler todas as informações sobre nossa trip em Taupo no nosso último final de semana na Nova Zelândia.

Sabe aquela cidade pequena quem têm de tudo? Taupo tem restaurantes bons, um centrinho com lojas espalhadas por todos os lados, mercados grandes e paisagens incríveis em seus 7 mil km². Me lembrou  muito Gramado no Rio Grande so Sul, uma cidade charmosa, organizada e muito bem cuidada.

Como chegar?

Saímos de Auckland bem cedinho e fomos de ônibus para Taupo, um trajeto de 4h30 – 5h que nos custou R$200 ida e volta por pessoa.

Se preferir, você pode alugar um carro para fazer a viagem e já aproveitar para se locomover pela cidade, que acredito que valha mais a pena, ainda mais se forem em mais pessoas.

Lembre que para dirigir na Nova Zelândia é preciso do PID – Permissão Internacional para Dirigir.

Quando ir?

O ano inteiro é possível visitar Taupo, no verão você terá mais chances de dar um mergulho no Lake Taupo e fazer algumas trilhas, já na época de frio é meio que loucura se arriscar entrar no lago geladíssimo, mas é possível visitar alguns outros pontos turísticos.

Quantos dias ficar?

Como a cidade é pequena e não tem muitas opções de passeio, decidimos ficar dois dias e achamos que foram o suficiente. Creio que um dia a mais daria para pular de paraquedas, ou visitar o Spa Thermal Park  e o Aratiatia Power Station – que necessita de reserva para visitação.

Se queres aproveitar tudo o que a cidade proporciona, então quatro dias são essenciais para fazer tudo com muita calma e com bastante proveito.

Onde ficar?

O Airbnb é o primeiro site de busca de hospedagens que pesquiso, seja para viagens longas ou curtas. Gosto dele porque tenho os comentários dos hóspedes sobre a acomodação, as pontuações da localização e da comunicação do anfitrião.

Clica aqui e veja o quartinho da casa que alugamos. Fica na primeiro piso da casa da anfitriã, que aliás foi uma fofa, nos deu uma garrafa de vinho e de leite de boas vindas.

Tinha aquecedor, frigobar, chaleira elétrica e microondas – bem completo para um quarto. Para duas noites teve o custo de R$377 para o casal.

Como me locomover?

E o susto quando chegamos e soubemos que não tinha Uber pela cidade – sério, isso em hipótese alguma passou pela minha cabeça.

Para ajudar, tinha apenas uma empresa de táxi na cidade e só aceitava chamada por ligação – sendo que nosso plano telefônico era só para WhatsApp – tivemos que comprar créditos para conseguir se locomover por lá. Foi um assalto no bolso, então prepara a carteira ou as pernas para andar bastante e não gastar com táxi.

O que fazer?

Centrinho

Como a cidade é pequena, em metade do dia você conhece todo o centro. Você pode visitar o famoso avião reformado do Mc Donald’s e tirar algumas fotos no #LoveTaupo em frente ao Lake Taupo e já aproveitar para andar pela calçada que costeia o lago. Você também pode descansar e tomar um café ou almoçar pela região, que é onde tem diversas opções de restaurantes e cafés.

Huka Falls

No restante do dia você pode fazer a visita à Catarata Huka que é um conjunto de cachoeiras do Rio Waikato que escorre pela região com muita força. A cor da água é um azul bem claro, lindo demais.

Chegamos de táxi até o Huka, porém se você estiver de carro, o trajeto é super fácil e tem estacionamento gratuito no local.

Lembrete: Fica aberto até as 17h30 da tarde e a entrada é free.

Barco a Vela no Lake Taupo 

Esse é um passeio que pode ser feito tanto no inverno, quanto no verão para aproveitar e dar um mergulho nas águas do lago. Compramos o nosso passeio Get your Guide, acesse o link por aqui. Pagamos R$276 o casal e achamos que valeu muito a pena apesar do friozinho que passamos.

Foram 2h30 navegando pelo lago beeem verdinho, a caminho da Escultura de Pedra Maori feita na década de 80 – que não foi finalizada porque não teve aprovação do governo. Mas, mesmo assim ela é linda e hoje é um dos pontos turísticos mais visitados de Taupo.

Taupo Bungy

Ahh, a melhor hora do passeio, a mais aguardada hahaha. Aquele frio na barriga e arrependimento ao mesmo tempo de ter pago por essa loucura. Mas fomos, e iríamos de novo, porque achamos o melhor balanço do mundooo.

Lá você pode optar pelo swing – o que fizemos – ou bungee jump. Achamos muito legal que deixam saltar com a GoPro, o que a maioria dessas empresas não permitem.

Pagamos R$728 para nós dois e mais pelas fotos e filmagem à parte. É um preço mega alto, mas achamos que valeu muito o preço pago, é uma experiência única naquele lugar. E vale lembrar que Nova Zelândia é famosíssima por esses esportes radicais.

Acesse o site oficial e já compre com antecedência para não arregar na hora de comprar lá.

Restaurantes e Café

 

Osteria

O primeiro restaurante que batemos o olho e entramos, depois descobrimos por um nativo que é o melhor da cidade. E realmente, a comida era sensacional, a decoração bem surreal com cabeças de animais penduradas e o atendimento bem bom.

Piccolo Cafe 

Fomos de manhã para tomar nosso café antes das aventuras do dia. O lugar é aconchegante e tem diversas opções de salgados e doces bem delicinha.

Vine Eatery & Bar

Lugar super recomendado na cidade, mega charmoso com um bar em meio ao restaurante e uma adega imensa. Para comer ficamos nas entradinhas que estavam uma delícia e tomamos um vinho para baixar a adrenalina depois do Swing Taupo.

Então é isso galera, se quiserem ver mais sobre Taupo, clica aqui e assista o nosso vídeo do YouTube, ou acesse nosso Instagram e veja mais nos nossos destaques ‘Taupo’.

Você talvez gostaria de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *